Quais são os cuidados necessários com a cura do concreto no verão?

 

Como já foi citado no artigo sobre Concretagem em baixa temperatura, o desempenho do cimento sofre influência direta da temperatura. Por isso, durante o inverno e o verão são necessários alguns cuidados preventivos ao se trabalhar com concreto ou argamassa. Para que você possa compreender melhor quais cuidados precisa ter com a cura do concreto no verão, acompanhe o post!

 

A importância da cura do concreto

Primeiramente, é importante destacar que a cura do concreto é um procedimento que visa retardar a evaporação da água empregada na preparação da mistura, permitindo assim a completa hidratação do cimento.

E a hidratação é a reação entre cimento e água que dá origem as características de pega e endurecimento. Vale ressaltar ainda que a água, que é de suma importância na hidratação do cimento, pode evaporar por meio da ação do sol, do vento e da baixa umidade do ar.

 

Temperaturas elevadas

Devido às temperaturas elevadas do verão, a baixa umidade relativa do ar e os ventos fortes, a cura requer cuidados especiais.

O início de pega do concreto se dá pelo início do seu endurecimento, e neste momento, o cimento já começa a reagir com a água em uma reação exotérmica. Deste modo, acaba liberando o calor e naturalmente aumenta a temperatura do concreto.

Em dias quentes, se o concreto não for mantido molhado (causando a falta de cura) além da reação que libera calor, a temperatura ambiente irá colaborar para que ocorra uma secagem muito rápida, o que poderá causar retração rápida, surgindo fissuras ou trincas. Também pode ocorrer o esfarelamento pela rápida evaporação da água, não dando tempo para a hidratação do cimento acontecer por completo.

Por motivos como estes, é perceptível como a cura do concreto é de extrema importância, sendo que as superfícies concretadas devem ser mantidas imersas em água, estando úmidas e molhadas por no mínimo 7 dias.

 

Os métodos de cura comuns

Listamos abaixo alguns métodos de cura comuns e que são eficazes:

– Irrigação contínua da superfície do concreto logo após o término da concretagem e por um período de pelo menos 7 dias, inclusive nos horários noturnos;

– Utilização de lonas plásticas para cobrir o concreto, evitando assim a perda de água;

– Recobrimento das superfícies com areia, serragem, sacos de aniagem ou papel, sempre mantidos bem úmidos;

– Emprego de películas de água que evitam a evaporação rápida;

Dica: Nos dias de temperaturas elevadas, é aconselhado que a concretagem seja feita no final da tarde, aproveitando que o sol está ameno para se iniciar a cura do concreto. Lembrando que todos estes cuidados devem ser supervisionados pelo responsável técnico da obra!

 

 

The following two tabs change content below.
Químico Industrial, Formado pela Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL Coordenador de Laboratório e Assessor Técnico. 8 anos de Experiência na Pozosul Cimentos

Latest posts by Lucas Marcelino (see all)