6 dicas para amenizar os problemas da concretagem no inverno

 

 

Durante o inverno com as temperaturas mais baixas, é necessário ter alguns cuidados preventivos ao trabalhar com concreto ou argamassa. O que ocorre é que o cimento acaba sofrendo influência direta da temperatura, e quando está frio é comum acontecer o retardamento da pega, isto é, o material demora mais para endurecer. 

Uma das consequências são as quedas das resistências iniciais, o que pode impossibilitar a desforma de peças estruturais. E mesmo quando não é um trabalho estrutural, a baixa temperatura também pode influenciar negativamente. Na prática, isso ocorre quando ouvimos que na aplicação de um reboco em dias frios o cimento não está “puxando”. 

 

Normas técnicas que auxiliam a execução das obras

 

 

Há diversas normas técnicas que expõem como devem ser executadas as obras e também os cuidados necessários durante as construções. Quanto à temperatura, a norma ABNT NBR 14934 – Execução de estruturas de concreto – Procedimento, ressalta que é preciso interromper a concretagem sempre que for prevista a queda na temperatura ambiente para abaixo de 0ºC nas 48 horas seguintes. 

A norma determina também que o emprego de aditivos requer prévia comprovação de seu desempenho, e em nenhum caso, devem ser utilizados produtos que possam atacar quimicamente as armaduras, em especial os aditivos à base de cloreto de cálcio. Vale destacar ainda, que o emprego de aditivos para tentar acelerar a pega em dias frios deve ser feito com cuidado e orientação do responsável técnico

Durante os períodos com as temperaturas baixas o processo de hidratação do cimento, endurecimento do concreto e o ganho de resistência são prejudicados. Na composição do concreto há água, e com as temperaturas frias ela pode acabar congelando, o que provocaria a interrupção do processo de endurecimento e também o aumento de volume. 

 

Sugestões para amenizar as dificuldades da concretagem no inverno

 

 

Durante a temporada fria, é preciso ter uma série de cuidados especiais na execução das concretagens. Entre elas, destacamos as seguintes sugestões:

1) Nos dias frios, todas as superfícies do concreto devem ser cobertas logo após o lançamento para manter o calor do material. Podem ser utilizados os seguintes recursos: lonas enceradas, lençóis plásticos, sacos de aniagem e papel impermeável de espessura suficiente;

2) Improvise estufas com lonas plásticas durante a cura inicial do concreto, mantendo a cobertura distante por volta de 10 cm da superfície das peças;

3) Prolongue o tempo de espera antes da desforma, umedecendo e mantendo-as pelo maior tempo possível;

4) Realize as concretagens sempre no período da manhã se possível, aproveitando ao máximo a temperatura ao longo do dia. Vale destacar que a tendência natural é ter temperaturas mais baixas no final da tarde e no período da noite;

5) Utilize aquecedores no local onde as peças estarão em cura inicial;

6) Estoque os materiais em ambientes com temperatura uniforme controlada de 23ºC a cerca de 2ºC por um período mínimo de 24 horas antes da mistura do concreto. Além disso, cobrir o agregado com lona é um método adequado.

 

O resultado da concretagem seguindo os cuidados repassados

 

 

Se você adotar os cuidados mencionados acima durante o processo da concretagem nas obras, conseguirá minimizar os efeitos das baixas temperaturas no concreto. Consequentemente, manterá as características do material e melhorará o seu desempenho. É importante expor também que todos estes cuidados precisam ser supervisionados pelo responsável técnico da obra. É ele que determinará o tempo de desforma, o material que será utilizado para manter o concreto aquecido, o tipo de aditivo e as demais etapas de planejamento da concretagem. 

 

Ficou com alguma dúvida sobre como deve ser realizada a concretagem no inverno? Deixe um comentário que responderemos você! Continue acompanhando também as nossas redes sociais para ter acesso aos novos conteúdos.

The following two tabs change content below.

admin

Latest posts by admin (see all)